Comité Central da Frelimo com caras novas

Comité Central da Frelimo com caras novas
O Comité Central é composto por 250 membros

Concluído o processo de apuramento dos votos dos delegados do 12º Congresso para o novo Comité Central da Frelimo

A Miramar já havia avançado nesta tarde, a grande disputa dos lugares estava do lado das listas de renovação sobretudo para os homens, pois eram 13 candidatos a disputar sete lugares.

Na sua maioria, passaram para o órgão mais importante de gestão da Frelimo no intervalo entre os congressos, dirigentes superiores do Estado, neste caso, ministros.

Assim, entre os novos integrantes do Comité Central constam os seguintes nomes:

  • Adriano Maleiane, Primeiro-Ministro;
  • Ernesto Max Tonela, ministro da Economia e Finanças;
  • N’Naite Chissano, filho do antigo Presidente da República, Joaquim Chissano;
  • Constantino Bacela, ministro na Presidência para Assuntos da Casa Civil;
  • Pedro Guiliche, académico;
  • Rui Chong Saw, administrador distrital de Mossuril;
  • Oswaldo Petersburgo, Secretário de Estado da Juventude e Emprego.

Do lado das mulheres, avançaram os seguintes nomes:

  • Luísa Meque, Presidente do INGD;
  • Helena Kida, ministra da Justiça e Assuntos Constitucionais e Religiosos;
  • Josefina Mpelo, ministra dos Combatentes;
  • Ana Comoane, ministra da Administração Estatal e Função Pública;
  • Eldevina Materula, ministra da Cultura e Turismo.

O Comité Central será composto por 250 membros e uma das grandes novidades foi a proclamação pelo Presidente Filipe Nyusi de seis membros honorários com direito a voto, como reconhecimento dos seus feitos na história da Frelimo. Trata-se dos membros fundadores Feliciano Gundana, Lopes Tembe e João Munguambe; e dos antigos Secretários-gerais Manuel Tomé, Filipe Paunde, e Eliseu Machava.

Esta terça-feira (27) serão conhecidos os outros órgãos, como é o caso do Secretário-Geral, Secretário do Comité de Verificação, membros do Secretariado do Comité Central e os membros da Comissão Política.