SERNIC identifica local do enterro e exuma corpos em falta no caso de linchamento em Maluana

SERNIC identifica local do enterro e exuma corpos em falta no caso de linchamento em Maluana
D.R

Segundo o Sernic, oito das nove pessoas indiciadas no crime de justiça pelas próprias mãos encontram-se detidas e uma enfrenta a justiça em liberdade condicional

Foram nesta quinta-feira encontrados os dois corpos dos indivíduos enterrados vivos pela população na Manhiça. Os cadáveres estavam enterrados em um local de difícil acesso, uma zona limítrofe entre os distritos da Moamba e Manhiça.

Um insólito que data de Junho do presente ano. Durante mais de seis meses as autoridades moçambicanas tentaram localizar o local onde teriam sido enterrados vivos dois dos sete indivíduos indiciados de roubo de gado na Manhiça. Uma busca frustrada.

Finalmente, os dois corpos foram encontrados no posto administrativo de Maluana, em lugar que dista a mais de 10km da estrada nacional nr 1, longe de residências e de difícil acesso, quase na zona limítrofe entre os distritos da Moamba e Manhiça.

A tarefa não se mostrou fácil. O processo de exumação iniciou por volta das 12h desta quinta-feira, e viria a ser interrompida devido ao cansaço dos técnicos destacados para a actividade.

Segundo o Sernic, oito das nove pessoas indiciadas no crime de justiça pelas próprias mãos encontram-se detidas e uma enfrenta a justiça em liberdade condicional.