Penas dos réus do caso das “Dívidas Ocultas” variam de 10 a 12 anos de prisão

Penas dos réus do caso das

Conheça a seguir as penas que o Juiz Efigênio Baptista aplicou aos réus do caso das “Dívidas Ocultas”:

António Carlos do Rosário condenado a 12 anos de prisão

Gregório Leão condenado a 12 anos de prisão

Ndambi Guebuza condenado a 12 anos e multa de 102 mil meticais de multa

Ângela Leão 11 anos de prisão

Fábiao Mabunda condenado a 11 anos de  prisão e 68 mil meticais de multa

Teófilo Nhangumele condenado a 12 anos e multa de 162 mil meticais

Bruno langa condenado a 12 anos de prisão e 252 mil meticaia de multa

Cipriano Mutota condenado a 10 anos de prisão e 32 mil meticais de multa

Maria Inês  Moaine Dove condenada a 11 anos de prisão e e 35 mil meticais de multa

Renato Matusse condenado a 12 anos de prisão e 35 mil meticais de multa

Sérgio Namburete 11 anos e 32 mil e 400 meticais de multa

Os restantes oito, dos 19 réus, foram absolvidos.