Ratos do tamanho de um bebê aterrorizam aposentado no Reino Unido

Ratos do tamanho de um bebê aterrorizam aposentado no Reino Unido
Rato foi capturado pelo britânico no jardim de casa REPRODUÇÃO FACEBOOK

Os roedores, que medem aproximadamente 46 cm de comprimento, foram atraídos pela comida colocada para os pássaros

Uma invasão aterrorizante está causando dor de cabeça ao aposentado Derek Blamire, de 82 anos. O britânico teve o quintal tomado por ratos que são do tamanho de um bebê. 

Um dos roedores, que mede aproximadamente 46 cm de comprimento, foi capturado no último domingo (30) por Blamire no jardim da casa em que mora, em Blackburn. O homem afirmou que a aparição de ratos é comum na propriedade.

Moro aqui há cerca de sete anos e já peguei mais de 50. Às vezes eu os enveneno, às vezes os pego em uma armadilha”, disse ao tabloide Daily Star. 

Roedor mede 46 centímetros REPRODUÇÃO FACEBOOK

Apesar disso, a aparição de ratos tão grandes não é frequente. Em um registro publicado nas redes sociais, o aposentado aparece segurando um animal com dimensões impressionantes.

“Era bem grande, do nariz à cauda tinha cerca de 46 cm de comprimento. Era do comprimento de um bebê pequeno”, disse Blamire. 

O britânico sugeriu que sabe quem é o culpado pela invasão dos roedores: ele mesmo. Os ratos, que vivem em terrenos baldios próximos à propriedade, seriam atraídos pela comida que ele coloca para os pássaros.

“Eu alimento os pássaros que aparecem diariamente no jardim e, obviamente, os ratos vão aparecer também — provavelmente há mais ratos do que pessoas”, admitiu.

Além disso, o aposentado afirmou que os ratos se reproduzem muito rápido. “Existem os pequenos, que são jovens, e os mais velhos. Os jovens são muito fáceis de pegar, mas os mais velhos são muito espertos, eles não caem nas armadilhas e não comem o veneno, então você tem sorte se pegar um.”

Para resolver esse problema, Blamire resolveu parar de alimentar os pássaros, temporariamente, para atrair os famintos invasores para as armadilhas.

“Eu não coloquei comida para os pássaros por uma semana, [o rato] estava com fome, então foi para a armadilha depois que eu coloquei um pouco de frango cozido nela”, explicou. “Eu tinha uma arma de chumbo, dei um tiro nele, e foi isso.”

Blamire, porém, acredita que os ratos vão voltar. “Eu não vejo nenhum há alguns dias, mas eles vão voltar. Eles podem desaparecer por algumas semanas e então, de repente, eles voltam.”

Maria Cunha – estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques