Publicidade

Sinopse

Que Pobres Tão Ricos é uma história de amor, romance, encontros e desencontros e um sem número de divertidos enredos entre duas famílias que não tem nada em comum, mas que agora estarão obrigadas a conviver na mesma casa. De um lado, os milionários Ruizpalacios, e do outro, os Mendonça, uma clássica família de bairro.

Todo começou diante da incapacidade da avó Matilde Ruizpalacios, de seguir em frente da empresa familiar. E é assim que Miguel Ângelo, seu neto consentido, que leva 11 anos vivendo em Londres, retorna ao México para a leitura de uma cláusula do testamento do seu avô Aureliano, que dita: “Herdará o consórcio o primeiro de meus netos que esteja formalmente casado e tenha um filho varão“.

É então que, sem pretender, Miguel Ângelo terá em seu primo Alex, um ambicioso inimigo que o envolverá em uma fraude, e assim provocará que Miguel Ângelo e sua família percam sua fortuna, além de todas suas propriedades, ficando só com um terreno na colônia La Nopalera, onde, para sua surpresa, hoje vivem os Mendonça.

Jesus Mendonça é um ex-lutador chamado “O filho de Sumatra”, que há muitos anos conheceu Aureliano Ruizpalacios, a quem lhe foi pagando a propriedade pouco a pouco. No entanto, após a morte do rico empresário, a dívida nunca se quitou, portanto, Jesus não tem as escrituras do terreno onde, além de sua casa, montou um modesto ginásio que hoje deixa pouca renda, e pensa em transformá-lo em um restaurante mexicano com a ajuda de seus filhos: José e Perla Ivette, assim como sua filha mais velha Lupita, que tem um filho, Emiliano, que é a adoração de seu avô.

Por sua parte, pressionado e sem dinheiro, Miguel Ângelo Ruizpalacios chegará a viver na colônia La Nopalera acompanhado de sua singular família: sua mãe Ana Sofia, uma excêntrica dama da sociedade que faz eventos beneficentes, mas no fundo despreza as pessoas que não são de “sua classe”, além de seu irmão Leonardo, um clássico “playboy” com estudos de arte em Nova York, e Frida, sua irmã mais nova, uma jovem de aparente espírito social mais apegada a sua vida de luxos e conforto.

O choque entre os hábitos e os costumes de cada família será inevitável. É nesse ambiente caótico e divertido que Lupita Mendonça e Miguel Ângelo Ruizpalacios iniciarão como mediadores de cada família, mas terminarão apaixonando-se e, juntos, enfrentarão as adversidades para defender seus sentimentos e superar todos os obstáculos para descobrir o verdadeiro valor da vida