Últimas
Publicidade
01 de Junho de 2020

ESTADO DE EMERGÊNCIA


Pequenos importadores estão neste momento com grandes dificuldades de repor o seu stock, facto que contribui para a redução de receitas por conta da escassez de clientes.

A Covid-19 veio complicar a vida de muitos vendedores e pequenos importadores que antes desta pandemia conseguiam importar o seu produto de países como China, Índia, África do Aul e Portugal sem dificudades. Com os aeroportos praticamente fechados, repor o stock é impossível facto que está a ajudar a quebrar o negócio.

Como não podem trazer mercadoria de fora, alguns pequenos comerciantes tentar trocar produto entre si, o que para eles não é tão viável porque esta prática é mais cara.

As lojas agora estão vazias, se antes os vendedores conseguiam por dia atender uma média de 9 a 10 clientes, hoje nem 2 conseguem conquistar. E os que entram quase nunca conseguem encontrar o produto que desejam. Fechar as portas é uma opção no momento.

Para os vendedores de cabelos, vestuário, beleza, a pandemia da Covid-19 põe em pausa os seus negócios.